#Notícias Unitoledo
 
 

UniToledo tem pesquisas apresentadas no principal congresso de Fisiologia do continente americano em Havana – Cuba

Mariana Páscua

O 2nd Pan-American Congress of Physiological Sciences é o principal congresso de Fisiologia do continente americano. Neste ano, o evento ocorreu entre os dias 27 e 31 de maio. O professor do UniToledo Wagner Garcez de Mello marcou presença no evento que foi realizado em Havana – Cuba. Representando a instituição, Wagner apresentou a pesquisas, entre elas, a do projeto “Eternamente Moços” desenvolvida por membros da família acadêmica UT.

De acordo com o professor, o programa do congresso apresentou a mais alta qualidade científica, abrangendo os principais temas de todas as áreas da fisiologia.

“Participei de diversas plenárias, além de simpósios temáticos. Destaco os simpósios sobre ‘Desafios no Ensino de Fisiologia’, onde pude compartilhar experiências docentes com professores das principais universidades do nosso continente e o Simpósio de ‘Fisiologia do Exercício e Envelhecimento’, tendo contato com os grandes cientistas da área e com o que há de mais recente na literatura sobre o tema que é nossa principal linha de pesquisa” afirma o docente.

 

PESQUISAS

No congresso, Garcez apresentou duas pesquisas. A primeira, desenvolvida pelo “Grupo de Pesquisa em Exercício e Qualidade de Vida”, no projeto “Eternamente Moços”, intitulada “Long-Term Effects Of Concurrent Training On Neuromotor And Hemodynamic Parameters In Elderly Hypertensive” levando o nome de alunos e professores do UniToledo participantes da pesquisa: Bruno Garuti, Presley Alexsander de Carvalho, Viviane Lopes, João Carlos Rodrigues, Thiago Jose de Rossi Milan, Thiago Barbosa Zambom e Rodrigo Detone Gonçalves.

A segunda pesquisa, conforme o professor, foi desenvolvida pela ex-aluna do curso de Biomedicina do UniToledo Mariana Santana Quirino da Silva, como projeto de iniciação científica, intitulada “Effects Of Neonatal Cb1 Or Cb2 Blockade On Biomechanical And Histometric Parameters At Skeletal Sexual Dimorphism”,

Tendo como coautores: Noélle Egídia Watanabe Kiill, Giseli Mitsuy Kayahara, Olívia Borghi Nascimento, Narayana Guimarães Marqui, todas ex-alunas UT.

 

INTERNACIONALIZAÇÃO

Garcez afirma que representar o UniToledo em um evento de tal porte é uma grande oportunidade e agrega a possibilidade de internacionalização.

“Esta é uma oportunidade única para estabelecer contato com fisiologistas de todo o mundo e discutir os principais estudos realizados nas ciências fisiológicas e áreas afins, além da possibilidade de internacionalização dos grupos de pesquisa envolvidos, levando o nome do Centro Universitário Toledo aos maiores eventos científicos nacionais e internacionais” finaliza.

Edição: André Ferreira