#Notícias Unitoledo
 
 

Professores do UniToledo têm livro aceito em congresso internacional sobre Educação em Direitos Humanos

Verônica Martin

O livro intitulado “Educação em Direitos Humanos na América Latina: Atualidade, Desafios e Perspectivas” organizado pelo professor de Direito do UniToledo, Luciano Meneguetti, será lançado na Universidade de Antofagasta, Chile, no “VIII Coloquio Latino Americano y Caribeño de Educacion en Derechos Humanos: Educación en Derechos Humanos y Democracia en América Latina y el Caribe”.

A obra é composta por coletânea de artigos elaborados por professores, mestres e doutores, nacionais e estrangeiros, entre eles estão os professores do UniToledo: Angela Inês Liberatti, Flávia Elaine Soares Ferreira Lombardi, Luiz Gustavo Boiam Pancotti, Moacyr Miguel de Oliveira e Renato Alexandre da Silva Freitas. No livro, os pesquisadores se propõem a abordar uma discussão e reflexão sobre a educação em direito humanos na América Latina, abordando o status político, normativo, social e cultural. E também apresentando os desafios enfrentados para a implementação de uma educação em direitos humanos em vários países e nos espaços públicos e privados.

Os temas apresentados no livros são: “Educação para a Paz”, “A Educação e as Instituições Públicas”, “A Educação em Direitos Humanos na Universidade”, “Políticas Públicas Voltadas aos Migrantes e Refugiados”, “Políticas Públicas Educacionais Voltadas à Saúde”, “Educação em Direitos Humanos e as (des)Igualdades de Gênero”, “Educação em Direitos Humanos e as Metodologias Ativas”, “Educação em Direitos Humanos para a Inclusão da População LGBT”, “O Direito à Educação Inclusiva”, “Direitos Humanos e Educação para o Trabalho”, “Direitos Humanos e Educação para a Inclusão da Pessoa com Deficiência” e “Estudo Bibliométrico sobre a Educação em Direitos Humanos no Brasil”.

NECESSIDADE

“A temática ‘Educação em Direitos Humanos na América Latina’ expõe uma necessidade de discussão, considerando que estamos vivendo em sociedade fundamentada em raízes escravocratas, de violência com diferentes formas e manifestações.”, explica Meneguetti.

Elaborada a partir do Congresso ocorrido no ano de 2017, no Uruguai, a obra escrita vem com o intuito de subsidiar a educação no contraponto à neutralidade da educação e dispõe sua grande importância ao mesmo tempo em que se mostra uma ferramenta para o processo de formação inicial e continuada dos profissionais. Para que seja possível avançar no fortalecimento da democracia em educação no Brasil e os demais países da América Latina.

RESUMO

A temática abordada vem sido discutida por grandes estudiosos e profissionais da área, aos interessados no livro que trata de tal tema, Luciano Meneguetti disponibiliza um resumo da obra, confira:
“O livro A Educação em Direitos Humanos na América Latina: Atualidade Desafios e Perspectivas chega às mãos de seus leitores em um tempo inquietante e instigador. Um tempo que inquieta porque sinaliza para rupturas de uma jovem experiência democrática vivida depois de um longo tempo de cultura autoritária, e, portanto, feita de privilégios e preconceitos. Instigante porque dimensiona limites de projetos incompletos e aponta urgências vinculadas a múltiplas dimensões da vida humana (…) A obra organizada pelo professor Luciano Meneguetti passa a ser parte de um caminho aberto nas duas últimas décadas do século passado e deste ainda tateante século XXI. Caminho que moveu os educadores brasileiros, preocupados com o tema, a construir núcleos de direitos humanos e de educação em direitos humanos não apenas em universidades públicas, mas, também, em instituições privadas; e levou também à formação de cursos e de programas de pós-graduação específicos sobre o tema dos direitos humanos. Todas estas iniciativas foram instituídas, assim como este livro, com o fim precípuo de produzir uma cultura de direitos humanos”.

O Congresso acontecerá entre os dias 23, 24 e 25 de outubro deste ano.

Edição: André Ferreira