#Notícias Unitoledo
 
 

Novo Espaço Maker do UniToledo está disponível a todos os cursos para desenvolvimento de projetos e atividades práticas

Vitória Frederico

O movimento maker incentiva a produção prática e manual. Ele se baseia na noção de que as pessoas são capazes de construir, modificar, consertar e desenvolver projetos com as próprias mãos. Em iniciativas educacionais nas quais o movimento é utilizado, estudantes protagonizam o próprio desenvolvimento intelectual por meio de atividades práticas em que são desafiados a solucionar problemas.

O Centro Universitário Toledo possui um laboratório voltado para essa cultura, disponível para todos os cursos da instituição. O chamado Espaço Maker antes compartilhava uma sala com o laboratório de Engenharia Elétrica, porém agora ocupa um ponto diferente do subsolo do prédio 3 da instituição. Está localizado na sala 59. A mudança foi realizada para que o laboratório contasse com exclusividade, uma maior diversidade de ferramentas e mais espaço para a criação e trabalhos desenvolvidos pelos alunos do UniToledo.

Entre os instrumentos disponíveis no local estão a impressora 3D, ferramentas manuais, torno mecânico, fresa, furadeira, esmerilhadeira, policorte e prensa hidráulica. Segundo o coordenador do curso de Engenharia de Produção, Sérgio Mazini, os alunos procuram o espaço para a elaboração de projetos e trabalhos que os professores pedem em sala de aula e também para testar ideias e colocá-las em prática.

“O espaço está sendo utilizado com maior frequência pelos cursos de engenharia elétrica, engenharia mecânica e engenharia de produção, mas está aberto a receber qualquer curso da instituição”, afirma o coordenador.