#Notícias Unitoledo
 
 

Ex-aluno de Administração do UniToledo faz junção de conhecimentos com experiências e conquista seu próprio negócio

Mariana Páscua

Formado no curso de Administração no ano de 2017, Alex Gallardo é egresso do UniToledo e atua como empresário. Em sua trajetória, o ex-aluno obteve experiências em empresas como do grupo Volkswagen, Nestlé, Renault e Colormaq. Gallardo conta que fez a junção dos conhecimentos adquiridos na graduação com as experiências do trajeto profissional.

REALIZAÇÃO

O ex-aluno comenta que mesmo sendo o único a cursar o ensino superior em na família, nunca desistiu do sonho da transformação por meio do conhecimento. Ele afirma que apesar desse contexto cresceu acreditando que seria uma pessoa vencedora.

“Isso fez e ainda tem feito toda diferença na minha vida. A palavra vencedora é relativa, mas tudo começou desde cedo, sempre procurei aproveitar ao máximo as oportunidades que tive. Sempre com o apoio de minha mãe, que celebrava todas as decisões que eu tomava relacionadas à educação”.

NEGÓCIO

Sobretudo o egresso destaca que iniciar o próprio negócio, “IGM – Agência Digital”, e fazer parte do quadro societário de um grupo de empresas sólidas no mercado, aos 25 anos de idade, é uma de suas maiores conquistas.

“Como todo vencedor, mesmo que no pensamento, eu acreditei que não desistindo de meus objetivos, sempre por meio do conhecimento e da educação, eu poderia ser alguém melhor e chegar onde estou. Isso não tem preço”.

GRATIDÃO

Gallardo diz que hoje é uma pessoa realizada na vida profissional e agradece as experiências profissionais que obteve na graduação e no mercado de trabalho. Além de proporcionar o aprendizado prático, trouxe companheiros de trabalho durante o passar dos anos.

Ele conta que a capacitação dos docentes do UniToledo foi muito importante para  a aplicação dos conhecimentos adquiridos no mercado de trabalho. “Os métodos pessoais que cada professor tinha de passar o conteúdo, cada um tinha seu jeito peculiar que contribuiu para o entendimento do que era ensinado”, conclui.

Edição: André Ferreira